Peixe de Aquário

19 dezembro 2006

Lançamento: Os Satyros

Em 2007 o Peixe de Aquário estará na UOL: http://peixedeaquario.zip.net

(A vida hoje é cindida, muitas pessoas ficam por aí, sozinhas e separadas até de si mesmas, esquizóides que são um no trabalho e outro na vida pessoal, ou sonâmbulas entre cineminhas, shoppings, boates e a internet de madrugada – hábitos metropolitanos em que a amizade é tida como um mero contato, uma aproximação de indivíduos intimamente longes uns dos outros. E é estranho que o uso do blogue possa tentar romper exatamente a própria idéia que o alimenta: a de manter essas amizades tidas por social contact em um outro nível de encontro, talvez mais autêntico. Quem sabe?)

LANÇAMENTO DE LIVRO: Os Satyros. Devorei o livro do Alberto Guzik, Imprensa Oficial.

Na mesma noite do lançamento (sexta passada). Isso que dá ter febre. Emocionei-me bastante. Talvez em grande parte porque decidiram contar algumas verdades, ou seja, mostrar que para chegar ao lugar em que estão, passaram por altos perrengues, de racionamento de comida a agüentarem goteiras na primeira fila da platéia, e deram duro para estruturar um teatro sólido, seja conceitualmente, seja materialmente (faltou falar que isso ocorreu em grande parte por escolherem o teatro questionador - eles bem que poderiam ter ido para a TV ou outros certos teatrinhos). Leitura obrigatória para quem quer seguir carreira teatral - o termo “carreira” é péssimo exatamente pq supõe uma estabilidade inexistente.

Acho que a melhor história fica por conta do fato do Ivam Cabral ter sido operador de bolsa, fiquei imaginando ele no telefone fazendo transações, e o Rodolfo Vázquez ser formado na FGV – a mensagem é: ainda dá tempo. Sonâmbulos, é a hora.

Queria deixar consignado em ata que Os Satyros são a companhia mais fantástica e humana desses Brasis dentro de meu curto espectro de visão. Tenho um respeito monstro pelo trabalho deles e sempre sou contaminada por aquela energia que nasce se sabe de onde. Agora irei atrás dos livros de literatura do Guzik: Risco de Vida (Globo) e O que é ser rio e correr (Iluminuras).

BOBAGENS: E no almoço de domingo, uma das pérolas foi a idéia de se lançar o “Tarô Revisitado – versão 2007” – aí teria a “Carta do Blogue”. A tal carta expressaria o que você quer que as pessoas pensem sobre o quê você gostaria de que pensassem sobre você. O blogue e a farsa, nada mais natural no mundo do social contact.

1 Comentários:

  • Os Satyros são foda mesmo. E vou lançar a comunidade: "Dea Loher dominou minha vida!"

    Quanto à Carta "O Blogue" - uma alusão ao fato de a carta "O carro" efetivamente existir - a definição da Imperatriz era assim:

    O blogue representa não aquilo que você é, mas aquilo que você gostaria que as pessoas pensassem que você fosse.

    De resto, agradecer aos próprios Ivam e Rodolfo pelo espaço vermelho, pelo espaço azul e pela esperança de sair do supermercado; à menina de vermelho dormindo no sofá azul; e ao Caqui pela digressão sobre as possibilidades de reação ante a iminente chuva de meteoritos. E especialmente pra você.

    By Blogger Geraldo, at 6:10 PM  

Postar um comentário

Links a esse post:

Criar um link

<< Home