Peixe de Aquário

22 dezembro 2006

Perguntas para Políticas Públicas de Literatura

Ontem rolou uma reunião na Casa das Rosas com o povo do Literatura Urgente. Presentes: Ademir Assunção, Andréa del Fuego, Claudinei Vieira, Cláudio Daniel, Edu Rodrigues (com os Tulípios!), Fred Barbosa, Gegê, Índigo, Ivana Leite, Marcelino Freire, Thiago Novaes, Vanderley Mendonça, Victor del Franco, Virna e esqueci alguém com certeza...

Na realidade a idéia não era fazer uma grande reunião, mas sim ouvir do poeta Sérgio Alcides os relatos de como anda a elaboração do projeto sobre Política Pública para a Literatura, que será incluído no Plano Nacional de Cultura. Agora a partir dessas informações, podemos pensar os próximos passos, aguardem!

O Sérgio então fez um relato minucioso sobre a oficina que ocorreu em Brasília (dia 5.12), com convidados externos, narrando-nos desde como foi feita a escolhas de tais convidados até os principias pontos discutidos. Por sua vez, o Marcelino contou como foi a reunião em Brasília na Câmara Setorial (sic) como representante do Movimento.

Aí vão algumas questões levantadas:

  • O resultado de uma bolsa de incentivo ser a publicação de um livro é legal? Será que é bom forçar o escritor a mostrar um produto ou os resultados da bolsa poderiam ser relatórios, palestras, visitas? E se o cara quiser mexer na obra depois?
  • Como seriam políticas específicas para cada região do país? Será que o incentivo à produção literária de maneira uniforme adiantaria? Muita gente de outros estados tem que se radicar ao “eixo” para conseguir produzir... ou não?
  • Qual a importância das livrarias de bairro ou de menor porte para a distribuição da produção contemporânea? As megastores conseguem dar conta dessa demanda? (... pergunta meramente retórica... e viva o Sebo do Bac, Livraria da Esquina e Rato de Livraria!)
  • É urgente que se faça um censo para apuração de quantos escritores temos no Brasil? Ou é uma pergunta sem senso?

A reunião acabou em samba (ah, artistas!) e na cerveja. Pergunta do segundo tempo que não quer calar:

  • O logo do Demônio Negro parece um gatinho?


4 Comentários:

  • Na verdade eu tinha umas idéias geniais pra vcs escritores, mas a ressaca me impediu de colocá-las em pauta. Quem sabe na próxima reunião...

    By Anonymous Tulípio, at 12:44 PM  

  • Parece um lambari.

    By Blogger Del Candeias, at 4:24 PM  

  • Eu já tinha sacado as fotos aqui. Valeu. Gostei mesmo. Mas o que mais gostei foi do azul rosáceo dos anjos. Entende? Aquele azul que voa rosa.

    Ah, e o selo, além de parecer um felino, parece um POKEMON FELINO. Serinho =)

    Bjos, bjos

    By Blogger Ronaldo Robson, at 10:39 PM  

  • Perdeu a cerveja no boteco sujo da Augusta com Manuzita e yo, mas entendo que mais uma vez a literatura te chamou. E que bom que ela te chama sempre- eu é que não me atrevo a ficar atravancando o caminho da literatura, hehehe!

    E o selo parece bem um Picachu (é assim que se escreve?), como disse o Ronaldo aí em cima!

    Nos vemos em breve.
    Beijos meus, minha linda!

    By Blogger Carol Marossi, at 1:05 AM  

Postar um comentário

Links a esse post:

Criar um link

<< Home